Mamoplastia: conheça os tipos e para que serve cada um!

0
Mamoplastia: conheça os tipos e para que serve cada um!

Muitas mulheres sempre estão em busca de estarem satisfeitas com o seu corpo e por isso fazem intervenções diversas nele para poder conseguir o seu objetivo. Uma das cirurgias mais feitas é a mamoplastia, que é qualquer modificação que se realiza nas mamas, seja para aumentar ou diminuir.

A Mamoplastia pode ser feita por motivos estéticos, mas também pode ser feita por causa de saúde. Se você quer saber mais sobre ela, continue lendo nosso artigo e saiba tudo sobre isso!

Mamoplastia redutora

A Mamoplastia redutora é quando se reduz o tamanho das mamas, esse tipo de procedimento pode ser feito por estética, ou seja, por mulheres que têm seios grandes e não se sentem confortáveis assim, mas também pode ser feito por causa de saúde.

A Mamoplastia redutora por saúde é feita em casos em que o tamanho das mamas pode prejudicar a coluna devido ao peso que o corpo pode não suportar, mas também pode ser feita em casos de doenças como o câncer, quando se deve retirar a mama para eliminar um tumor. Lembrando que nem sempre o câncer de mama provoca a perda dos seios, depende do tipo da doença e o avanço dela no corpo.

Nesse tipo de mamoplastia o que acontece é que se tira a parte de gordura que está nos seios e assim ele diminui de tamanho tornando-se mais firme e menos flácido. Mas mesmo na cirurgias para diminuir as mamas o cirurgião deve levar em consideração peso e altura da mulher para saber a quantidade que deve ser retirada para ficar harmonioso.

Mamoplastia de aumento

Também conhecida como silicone é quando mulheres desejam ter seios maiores e recorrem ao uso de prótese para isso. Na hora de colocar um implante de silicone deve-se levar em consideração vários fatores para que ele pareça natural e harmonioso com o restante do corpo. Por isso, se engana quem acredita que poderá colocar uma prótese do tamanho que quiser, uma vez que é o médico que dá as opções de tamanho mínimos e máximos para cada pessoa.

A cirurgia é muito simples e um dia após o procedimento a paciente já tem alta e só precisa de voltar ao médico para consultas de rotina e retirada dos pontos. A recuperação leva em média de 15 dias a um mês.

mamoplastia de aumentoMamoplastia reparadora

Existe a opções de fazer uma mamoplastia com o objetivo de reparar alguma imperfeição nos seios, por exemplo, existem mulheres que com tamanho dos seios desproporcionais visivelmente, então nesse caso é feito a mamoplastia para deixar as mamas o mais igual possível. É possível fazer uma cirurgia para mexer na simetria, no tamanho, no formato, e até mesmo na auréola dos seios.

Mamoplastia reconstrutiva

Esse é o tipo de mamoplastia que acontece quando uma pessoa com câncer de mama precisa fazer uma mamoplastia redutora e retira totalmente o seio, assim a mulher pode escolher se deseja reconstruir a mama e assim colocar uma prótese natural nos seios. A  reconstrutiva pode ocorrer no mesmo momento da mastectomia, ou seja, no mesmo dia que se retira os seios é possível já fazer a reconstrução.

A recuperação nesse caso é muito mais rápida do que quando se fazer um aumento de mama com prótese de silicone.

Mastopexia

Esse tipo  é totalmente estético, ele ocorre quando se deseja melhorar os seios, ou seja tirar a parte flácida e levantar as mamas. Esse procedimento é conhecido também como lift das mamas.

Quem pode fazer Mamoplastia

Atualmente qualquer mulher pode fazer uma mamoplastia de qualquer tipo, desde que tenha mais de 18 anos. Porém nem sempre é do jeito que imaginam, uma vez que o cirurgião plástico deve fazer toda uma avaliação e só assim indicar o melhor tamanho de prótese ou a melhor quantidade a ser retirada dos seios.

mamoplastiaMamoplastia preço

O preço desse procedimento é variável, ou seja, depende do tipo que será feito. Em caso da mamoplastia por motivos de saúde e da mamoplastia reconstrutiva é possível fazer o procedimento de graça pelo sus. Mas no geral a cirurgia custa entre 5 a 15 mil.

A recuperação é muito rápida e cerca de 90 dias após a operação já está totalmente cicatrizada, desde que o paciente siga todas as indicações do pós operatório.

Se você ainda tiver dúvidas sobre esse procedimento, pode nos contar nos comentários!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *