Herpes Labial: Causas, sintomas, tratamentos… Tem cura?

0
Herpes Labial: Causas, sintomas, tratamentos… Tem cura?

O Herpes é uma infecção causada por um vírus simples, e além de causar muito incômodo por causa da coceira e da dor, deixa feridas bem feias nos lábios, causando também um incômodo estético. Mas, essa não é a única forma de contrair o herpes labial, como vamos explicar a seguir.

Existem alguns fatores de risco que podem aumentar o risco de você ter esse tipo de lesão de tempos em tempos, mas dá pra reduzir os sintomas e até mesmo evitar o aparecimento dessas bolhas doloridas ao redor dos lábios, dentro da boca ou na gengiva.

No artigo de hoje vamos explicar como se pega herpes labial, se tem cura e como é feito o tratamento, além de indicar alguns remédios e um tratamento natural caseiro que também tem se mostrado muito eficaz.

Como se pega Herpes Labial?

Como falamos, o Herpes Labial é uma doença viral, ou seja, causada por um vírus, mas também existem fatores que podem provocar o aparecimento das pequenas bolhas doloridas em volta dos lábios:

  • Exposição intensa ao sol;
  • Alimentos industrializados que têm arginina na sua composição;
  • Estresse e ansiedade, que baixam a imunidade e fazem acontecer as crises;
  • Má alimentação.

Também conhecido como Herpes Simples, Herpes de Boca ou Herpes tipo 1, o Herpes labial é contagioso, e também pode ser transmitido através de contato, com um beijo, sexo oral (com parceiro que tenha herpes genital ou lesões nas genitais, mesmo que não estejam ativas) ou até mesmo usando os mesmos itens pessoais como copos, escova de dente, roupas, toalhas e talheres da pessoa infectada durante a crise.

Sintomas

Quem tem o vírus vai sempre ter herpes labial, mas se você conhecer os sintomas, pode evitar que as bolhas apareçam e diminuir o tempo da crise e os incômodos que ela causa. São eles:

  • Bolhas brancas que podem coçar ou doer, e que ao se romperem, liberam um fluido
  • Vermelhidão na pele
  • Dor de garganta
  • Febre de 2 a 5 dias
  • Queimação
  • Sensibilidade ou formigamento nos lábios
  • Dor ao engolir

Herpes Labial tem cura?

Não. O herpes labial é uma doença viral crônica e não tem cura, mas existem tratamentos para reduzir os sintomas e os incômodos, como falaremos a seguir.

Remédios para Herpes Labial

Geralmente os sintomas do Herpes labial somem sozinhos em até duas semanas, mas como falamos, apesar de não ter cura, existem algumas formas de tratamento, que geralmente é feito por um médico dermatologista, que pode recomendar o uso de remédios como o Aciclovir, Valaciclovir ou Fanciclovir, de preferência o uso oral ao invés do uso tópico, além da pomada Ezopen.

Além do tratamento com remédios, alguns médicos e especialistas indicam ingerir o aminoácido lisina através de alimentação ou de suplementação (à venda em lojas de produtos naturais), que pode ajudar a melhorar o aspecto bolhoso e prevenir o aparecimento de uma nova crise.

É importante dizer que esse artigo tem fins informativos, e não substituem a consulta a um médico especialista, e que não indicamos a auto-medicação.

Veja também um vídeo do Dr Drauzio Varela sobre o assunto:

Tratamento com alho para Herpes Labial

Muitos alimentos e ervas naturais são usados no tratamento de doenças, e como o alho é considerado um antibiótico natural e tem propriedades anti-inflamatórias, muitas pessoas consideram ele um bom aliado no tratamento do herpes labial.

Basta cortar um dente de alho pela metade e passar sobre as feridas ou bolhas causadas pelo Herpes labial, ou fazer uma pasta com o alho moído para ajudar a secar e cicatrizar mais rapidamente.

Remédios naturais para herpes labial

Além das receitas com o alho que demos anteriormente, você também pode usar outros remédios naturais para tratar o herpes labial de forma rápida e simples, como os que vamos mostrar a seguir:

  • Extrato de própolis: aplique de 3 a 4 gotas de extrato de própolis sobre as feridas, cerca de 3 vezes por dia;
  • Chá de salsaparrilha: Faça um chá deixando 20g de folhas secas de salsaparrilha em infusão na água fervente por cerca de 10 minutos e tome ou chá, ou use o chá para limpar a região afetada com a ajuda de um algodão ou gaze;
  • Chá preto: Coloque o saquinho de chá preto na água fervente e depois retire e aplique ainda morno sobre as lesões, cerca de 2 vezes ao dia.

Esses tratamentos caseiros não substituem o tratamento indicado pelo seu médico dermatologista de confiança.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *