Queratose pilar: O que é? Como tratar? Tem cura? Confira!

0
Queratose pilar: O que é? Como tratar? Tem cura? Confira!

Caracterizada pelo aparecimento de pequenos caroços brancos ou vermelhos na pele, a queratose pilar é uma condição que pode durar anos ou até mesmo a vida inteira.  Para você que deseja saber mais a respeito da desse problema nesse artigo vamos tentar esclarecer todas as suas dúvidas a respeito dessa condição que tanto incomoda quem a possui.

O que é Queratose pilar?

A queratose pilar é uma desordem que causa o acumulo de queratina na superfície da pele, essa proteína que serve para proteger a pele de agentes externos nocivos e infecções, quando produzida em quantidade exagerada, acaba obstruindo a abertura de um folículo piloso.

Geralmente a esse problema é confundido com pequenas espinhas, pois é essa a aparência que ela possui. São pequenas bolinhas de cor branca ou avermelhada que possuem característica ressecada e que incomodam muito esteticamente.

A razão pela qual há o acúmulo de queratina na pele ainda não foi exatamente descoberta, porém estudos mostram que essa condição é mais comum em pessoas que possuem doenças genéticas ou de pele, como a dermatite atópica.

Como tratar?

Infelizmente ainda não existe um tratamento definitivo para acabar com a queratose pilar, porém existem algumas medidas de auto cuidado que podem ser tomadas com o intuito de diminuir os sintomas dessa condição.

Para tratar os sintomas da vai depender de cada caso, mas geralmente os tratamentos são baseados em cremes esfoliantes, hidratantes,  loções que renovam as camadas superiores da pele e até tratamento com laser.

Queratose pilar

Queratose pilar tem cura?

A queratose pilar não tem cura, mas você pode estar recorrendo a diversos tipos de tratamento que ajudam a minimizar a aparência e os sintomas dessa condição.

Contudo você não deve se preocupar demais com esse problema quando o assunto é a sua saúde. Não possuindo grau elevado de gravidade a sua saúde, a queratose pilar não irá causar complicações mais sérias do que uma coceira ou os carocinhos aparentes.

Tratamentos

Não podendo  ser prevenida por se tratar de uma condição genética relacionada a hereditariedade, a queratose pilar pode ser tratada para melhorar o seu aspecto e o ressecamento provocado na pele.

Alguns tratamentos comuns para queratose pilar são:

  • Tratamento com cremes, nesse tipo de tratamento a intenção é hidratar a pele e diminuir a protuberância das bolinhas e a aparência ressecada.  Para esse tratamento você precisará de creme de uréia a 30% e creme com 0,05% de tretinoína (ácido retinóico), misture os dois em iguais quantidades e aplique dia e noite nas áreas afetadas, o tratamento apresenta os primeiros resultados depois da primeira semana de uso.
  • Além dessa mistura, o uso de hidratantes com ácido lático são altamente recomendados. O ácido lático comprovadamente ajuda a quebrar a queratina que causa o entupimento dos folículos. O creme Lac-hydrin é um exemplo que pode ser adquirido sem receita médica.
  • Esfolie a pele! Outro bom habito para quem possui o problema é o de sempre esfoliar a pele, dessa forma você ajuda a remover mecanicamente a queratina e as células mortas, auxiliando a minimizar os sintomas dessa desordem cutânea. Como esfoliante você pode utilizar uma esponja áspera, sabonetes esfoliantes ou até mesmo um esfoliante caseiro de açúcar cristal misturado com sabonete liquido. Esfolie sempre a pele com delicadeza, evitando possíveis danos.

Queratose pilar

 

Quais os Sintomas?

Sendo esse o principal problema da queratose pilar, os sintomas são quase que totalmente estéticos. Não sendo um problema que irá causar danos a sua saúde.

Alguns sintomas são:

  • Ressecamento da pele, quando se coça sobre a região afetada a pele fica com um aspecto de lixa e esbranquiçada.
  • A pele fica com aparência de quando arrepiamos, vários carocinhos protuberantes e de característica rígida aparecem.
  • Não sendo regra, a queratose pilar pode causar coceira.

Fique atento, os sintomas  podem ser mais intensos em dias secos em que a umidade do ar esteja muito baixa. Por isso manter a pele hidratada ou então fazer uso de um umidificador de ambientes durante a noite é altamente recomendável.

No rosto

Não sendo tão comum ao rosto, a queratose pilar pode afetar essa região do corpo. Porém ela é comum principalmente nos braços coxas ou bumbum.

Para o tratamento no rosto o recomendável é procurar por produtos que sejam indicados para essa área, por ser um região onde a pele é mais sensível, os cuidados devem ser redobrados.

Recomendamos para você:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *