Anticoncepcional injetável: Engorda? Qual é o preço? Como funciona?

Anticoncepcional injetável: Engorda? Qual é o preço? Como funciona?

Diariamente milhares de mulheres recorrem aos anticoncepcionais para evitarem uma gravidez indesejada, e uma modalidade quem vem ganhando cada dia mais adeptas é o anticoncepcional injetável, sendo que junto com a escolha desse método vem também alguns questionamentos importantes. Anticoncepcional injetável: Engorda? Qual é o preço? Mensal ou trimestral?

Para entender melhor como o anticoncepcional injetável funciona, e consequentemente saber os seus resultados no organismo, é necessário saber mais sobre a sua composição. O anticoncepcional injetável possui em sua fórmula uma composição feita da associação de estrogênios ou progesterona, com doses consideradas de longa duração, sendo que a sua aplicação poderá ser mensal ou trimestral, isso fica a critério da paciente e do médico, sendo que ela deve ser aplicada na região glútea ou no braço.

Anticoncepcional injetável mensal ou trimestral?

No caso daquelas mulheres que optaram pelo anticoncepcional injetável mensal as desvantagens encontradas são semelhantes das pílulas, ou seja, ela não poderá ser esquecida com o risco de ficar grávida. Já o anticoncepcional injetável trimestral deixa a mulher mais segura, mas como desvantagem há uma ausência de menstruação logo no começo do tratamento.  Vale lembrar que nesse caso, o retorno da fertilidade demora um pouco a voltar, cerca de nove meses após a interrupção do tratamento.

Anticoncepcional injetável engorda?

Uma das principais preocupações das mulheres na hora de optar por esse tipo de contraceptivo é se ele irá fazer com que o peso seja alterado, ou seja, se o anticoncepcional injetável engorda, e a resposta é sim, e esse fator já foi comprovado pela ciência.

O que ocorre é que o anticoncepcional injetável possui uma grande concentração de hormônios na sua composição, o que acaba provocando uma maior retenção de líquidos, mesmo naquelas que não possuem pré-disposição para esse problema, e ainda aumenta o apetite, ou seja, acaba gerando uma fome fora do normal.

O problema é tão preocupante, que outro estudo chegou a divulgar que o uso contínuo do anticoncepcional injetável aumenta a probabilidade da mulher desenvolver a obesidade, sendo que esse aumento de peso não ocorre em mulheres que já são obesas.

Um resultado que chamou atenção dos envolvidos foi o fato de que as mulheres que ingeriram proteínas durante a pesquisa não foram atingidas por esse aumento de peso corporal. O ideal é antes de começar a fazer tratamento com o anticoncepcional injetável é fundamental consultar a ajuda de um médico para que ele possa analisar todos os riscos envolvidos.

Qual é o preço?

O preço do anticoncepcional injetável costuma variar bastante de acordo com a marca, porém, na maioria das vezes ele custa acima dos R$ 70,00, a vantagem é que ele não deve ser aplicado todos os dias, o que acaba proporcionando maior segurança para as mulheres.

Marcas

A fim de ajudar as mulheres a decidirem qual o melhor anticoncepcional injetável que existe no mercado, algumas costumam divulgar uma lista com os anticoncepcional injetável nomes, mas é sempre importante ter em mente que nem sempre o que é bom para uma é necessariamente boa para outra.

Mas para nível de conhecimento, conheça as principais marcas de anticoncepcional injetável que estão disponíveis para consumo, são eles:

  • Depo-provera.
  • Mesigyna.
  • Noregyna.
  • Perlutan.
  • Previane (há no mercado versão em comprimido e injetável).

Esses são apenas alguns exemplos dos anticoncepcionais injetáveis, mas é bem provável que você encontre outros que também são muito usados por mulheres de diferentes idades.

Existem efeitos colaterais?

E assim como outros métodos contraceptivos, o anticoncepcional injetável também apresenta algumas contraindicações e efeitos colaterais, sendo muito importante ficar atento a esses fatores para não correr o risco de agravar qualquer tipo de quadro.

Os principais efeitos colaterais são alterações significativas no ciclo menstrual, sendo que esse sintoma é muito variável, vai desde a formação de excesso de sangramento a total amenorreia. Outros sintomas do uso do anticoncepcional injetável são dores de cabeça, nos seios e até nas pernas, além da maior possibilidade de reter líquidos, como mencionado anteriormente.

Outro efeito colateral que costuma preocupar bastante as mulheres é a falta de certeza quanto a fertilidade, pois mesmo interrompendo o tratamento muitas mulheres só recuperam a sua fertilidade após seis meses ou um ano, esse prazo varia muito, por isso essa incerteza.

O anticoncepcional injetável também aumenta o risco de sofrer doenças cardiovasculares (se tratando de mulheres que fumam), e é terminantemente proibido o uso em mulheres que estejam amamentando, pois nessa fase o organismo está muito exposto à tudo o que a mulher usa.

O certo é que antes de começar a fazer uso do anticoncepcional injetável vale a pensa fazer uma visita ao seu ginecologista e expor todas as suas preocupações para que dessa maneira ele possa direcionar melhor o tratamento, além de alertar sobre possíveis perigos, e também as vantagens do anticoncepcional injetável, sendo ele a pessoa mais recomendada para fazer essa análise.

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente nos comentários!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7.245 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...