Depressão pós-parto: Saiba como tratar essa doença!

0
Depressão pós-parto: Saiba como tratar essa doença!

A depressão pós-parto é muito frequente e acontece geralmente com as mulheres logo após seu parto. As mamães começam a ter uma mudança em seu comportamento e uma alteração de humor repentina. Isso acontece principalmente devido a alteração hormonal que a mulher passar logo após o fim da gravidez. Em algumas mamães a alteração hormonal é branda, contudo em outras esses sintomas são mais graves, o que leva a mulher a ter a depressão pós-parto.

Depressão pós-parto acontece com frequência?

A depressão pós-parto acontece sem que o indivíduo perceba. Com o parto ocorre uma queda de progesterona e estrógeno e a alteração desses hormônios pode levar a mulher a ter uma depressão. Nesse momento após a gravidez a mamãe sofre com mudanças de humor, cansaço, tristeza, começa a se sentir menos atraente e  esses fatores pode levá-la a ter uma depressão pós parto.

Em alguns casos a depressão é branda e fácil de se curar, contudo, em outros casos mais graves a mãe pode começar a rejeitar o bebê e até tentar fazer algo contra a vida do seu próprio filho.

Atualmente, estudos feitos com mulheres brasileiras demonstraram que a depressão pós-parto está cada vez mais recorrente no Brasil. No país cerca de 1 a cada 4 mulheres brasileiras sofrem com esse tipo de depressão.

Quais os sintomas da depressão pós-parto?

A depressão pós-parto possui vários sintomas, desde os mais leves, até os mais graves. É necessário ficar sempre atento desde os primeiros sintomas, pois quanto mais rápido descobrir a depressão pós-parto mais fácil é para fazer o tratamento.

  • Baixa autoestima;
  • Tristeza constante, principalmente de manhã e a noite;
  • Incapacidade  de se cuidar;
  • Incapacidade de cuidar do bebê;
  • Não querer ver o filho;
  • Medo de ficar sem alguma companhia por perto;
  • Ficar sem paciência por motivos bobos;
  • Vontade de chorar a todo momento;
  • Mau humor constante;
  • Falta de concentração;
  • Vontade de sumir;
  • Pensamentos negativos o tempo todo;
  • Desejar não ter tido o filho;
  • Arrependimento constante.

 

Esses são alguns dos sintomas que aparecem na depressão pós-parto, porém isso não significa que todas as pessoas que apresentarem algum desses sintomas esteja com depressão. É necessário analisar se há a presença de vários desses sintomas juntos e se eles ocorrem com muita frequência. Alias não é sempre que uma mulher que acabou de dar a luz estará sorrindo, nem por isso ela deve estar de depressão.

Qual o tratamento para esse tipo de depressão?

A cura da depressão pós-parto é mais fácil quando se descobre essa doença precocemente. Para as mulheres, é ideal que a depressão seja tratada com psicólogos e com recursos naturais, pois devido ela estar no momento de amamentação, os remédios que são próprios para depressão passam para o leite, assim não será possível que ela continue amamentando.

Algumas dicas de tratamento natural são:

  • Ômega 3;
  • Massagens relaxantes;
  • Exercícios físicos leves e que tragam prazer;
  • Acompanhamento com psicólogo.

Caso esses tratamentos não façam efeito, a mulher deve procurar um médico para fazer o uso de remédios antidepressivos, e deverá suspender a amamentação.

Nos casos mais graves de depressão o médico já indicará que a mulher comece a tomar remédios antidepressivos. Mesmo assim é aconselhável que ela faça o uso dos outros tratamentos a fim de relaxar.

depressão pós-parto

Depressão pós-parto pode acontecer em homens?

A pergunta pode até parecer meio estranha devido ao fato de que homem não tem  o “parto”, contudo, estudos comprovam que o mal da depressão pós-parto não é somente da mulher. Há sim casos em que os homens tem depressão pós-parto.Quando a mulher sofre com a depressão pós-parto, há um grande risco dos homens também possuírem essa depressão, devido ao desgaste e a cobrança que acaba tendo na relação. Porém a casos que as mulheres não tem a depressão, somente os homens. Geralmente a depressão pós-parto nos homens acontece em papais de”primeira viagem”. Logo após o nascimento do bebê já é possível perceber os sintomas no homem, que são bem parecidos com a depressão pós-parto da mulher.

É necessário que o homem procure um especialista assim que perceber os sintomas da doença para que se comece o tratamento. Em casos mais graves o homem também deverá fazer uso de remédios antidepressívos.

 

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *