Pílula do dia seguinte: Tudo que você precisa saber!

Pílula do dia seguinte: Tudo que você precisa saber!

Existem vários métodos contraceptivos, que podem ser usados antes e durante a relação sexual por quem quer evitar uma gravidez. Porém, algumas vezes, acontecem contratempos. A camisinha estoura, você esquece te tomar o anticoncepcional por alguns dias e várias outras situações adversas. Nestes casos existe ainda a contracepção de emergência, ou seja, a pílula do dia seguinte. Mas esse método não pode ser utilizado indiscriminadamente e foi por isso que separamos algumas informações importantes sobre ele.

O que é a pílula do dia seguinte?

É uma medida de contracepção de emergência, que é usada após a relação sexual e que é capaz de evitar a gravidez, através do uso de hormônios.

Como funciona?

A pílula do dia seguinte tem como função impedir uma gravidez indesejada. Mas a forma que ela faz isso vária de acordo com a fase  do ciclo menstrual que a mulher está quando toma a pílula. Dependo da fase do ciclo ela irá: inibir a ovulação, impedir que o espermatozoide fertilize o óvulo, impedir que o óvulo fecundado se aloje no útero.

Falando de forma simples, a pílula do dia seguinte adianta o ciclo menstrual da mulher, antecipando a menstruação.

Como usar a pílula do dia seguinte?

Para que se evite a gravidez, é preciso que a mulher tome a pílula em até 72 horas após a relação sexual desprotegida ou falha do método contraceptivo. A pílula do dia seguinte deve ser tomada o mais próximo possível da relação sexual. Quanto mais cedo ela for tomada, mais eficaz será seu efeito.

Ela pode ser utilizada em qualquer fase do ciclo menstrual e podem vir em um ou dois comprimidos.

Quando usar?

A pílula do dia seguinte deve ser utilizada em casos de emergia, quando não se deseja uma gravidez e ocorreu uma relação desprotegida ou flaha do método contraceptivo.

  • Após relação sem uso de camisinha ou se a mesma estourar ou romper.
  • Em casos de violência sexual
  • Quando o anticoncepcional não for tomado da forma correta.
  • Deslocamento do DIU ou do Diafragma.

Funciona mesmo?

Mesmo se tratando de um método de contracepção de emergência, a pílula do dia seguinte não é 100% eficaz. Porém, quanto mais próxima da relação sexual ela for tomada, maiores as chances de eficácia. Estudos mostram que se a pílula for ingerida dentro 24 após a relação, sua eficiência girará em torno de 90%.

Contraindicações

Não devem utilizar a pílula do dia seguinte mulheres com:

  • Insuficiência hepática
  • Problemas vasculares e hematológicos
  • Hipertensão
  • Obesidade mórbida

1184_1_130

Marcas

Existem algumas opções de marcas de pílula do dia seguinte no mercado. E entre elas estão:

  • Pozato: Uma caixa com 1 comprimido de 1,5 mg. Seu preço varia entre R$ 19,00 e R$ 24,00*
  • Diad: Uma caixa com 2 comprimidos de 0,75 mg. Seu preço está em torno de R$ 7,00 e R$ 13,00*
  • Dopo: Caixa também com 2 comprimidos de 0,75 mg. Seu preço gira em torno de R$ 10,00*
  • Neodia: Caixa com 1 comprimido de 1,5 mg. Seu preço está entre R$ 11,00 e R$ 13,00*

 

Onde comprar?

As pílulas do dia seguinte podem ser encontradas em diversas drogarias e farmácias. Se você quer comprar este produto,  clique no botão abaixo e confira as ofertas da Araujo.

Botão - Araujo

Dúvidas frequentes

A pílula do dia seguinte engorda?

Não se pode afirmar que a pílula do dia seguinte engorda, pois não existem estudos a esse respeito. Porém, existe uma alta dose de estrogênio em sua composição e isso pode levar a retenção de líquido.

Ela adianta ou atrasa a menstruação?

Como dito anteriormente, a pílula adianta o ciclo menstrual da mulher. Por isso, dependendo da fase do clico em que a mulher está, a pílula irá adiantar a chegada da menstruação.

Depois de tomar o medicamento, se a menstruação atrasar de 3 a 4 semanas, é recomendável que se faça um teste de gravidez.

A pílula do dia seguinte pode levar a infertilidade?

Não existem estudos que podem afirmar que a pílula leva a infertilidade ou causa algum problema em uma futura gravidez, se usada corretamente e de forma esporádica.

Ela atrapalha o anticoncepcional?

Não atrapalha. Em casos de mulheres que usam anticoncepcional e tomam a pílula do dia seguinte, o uso do anticoncepcional não deve ser interrompido. O medicamento deve ser tomado normalmente até o final da cartela.

Tem efeitos colaterais?

Sim. Entre eles estão: diarreia, vômito, náuseas, dores de cabeça, dores no corpo e dor nas mamas. Lembrando que tais efeitos não ocorrem em todos os casos.

Atenção

  • A pílula do dia seguinte não deve ser utilizada como substituto para os métodos anticoncepcionais comuns. Trata-se de um método de emergência.
  • O medicamento não deve ser usado  várias vezes no mesmo mês e com curtos espaços de tempo. O uso indiscriminado pode causar doenças como câncer de mama, trombose, embolia pulmonar, câncer do útero e dificultar uma futura gravidez.

 

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...