Água Inglesa: O que é? Para que serve? Funciona mesmo?

1
Água Inglesa: O que é? Para que serve? Funciona mesmo?

Ser mãe é um sonho que milhares de mulheres tem, mas sabemos que muitas vezes engravidar não é algo tão fácil. Basta uma rápida olhada na internet, ou até mesmo uma conversa com qualquer amiga ou mulher mais velha para que se descubra milhares de dicas e truques diferentes, sejam eles chás, alimentos, exercícios, simpatias, entre outros. Um deles é a Água Inglesa. Você já conhece? Caso ainda não conheça nós explicaremos tudo o que você precisa saber! Continue a leitura e confira!

Onde posso comprar a Água Inglesa?

Caso você esteja interessado em adquirir a água inglesa nós indicaremos para você duas drogarias online que contam com ótimos preços! Calcule o valor do frete e veja qual se encaixa melhor para você:

botao araujo

O que é a Água Inglesa?

A água inglesa é um medicamento fitoterápico que é feito a base de ervas amargas e tem propriedades medicinais. Seu sabor geralmente não é agradável, pois as ervas usadas em sua fabricação são em grande parte, amargas, tais como: calumba, quina amareja, camomila, losna, canela da china e carqueja. Para acessar a sua bula clique aqui.

Apesar de ser um produto natural, por ser a base de ervas, este é um produto produzido em laboratório e pode ser facilmente encontrado em drogarias e lojas de produtos naturais.

Para que serve a Água Inglesa?

Seguindo a bula do medicamente é possível perceber que ele é voltado para tratar problemas de falta de apetite e tonificar o sistema digestivo, resolvendo problemas de má digestão. Porém, o uso dele não se resume apenas a problemas relacionados a digestão. Ele é normalmente conhecido como um purificador para o corpo humano.

Seu uso também é indicado em casos de aborto e endometriose, pois além do efeito desintoxicante o remédio também atua como um cauterizador, com grande poder cicatrização.

Uso para a gravidez

A água inglesa também é uma velha conhecida das mulheres que tentam engravidar. Não existe nenhum embasamento científico que justifique a ligação entre o remédio e a gravidez, mas muitas mamães juram de pés juntos que conseguiram seus bebês graças ao medicamento.

As pessoas acreditam que este medicamento limpe o corpo, seja de hormônios sintéticos, indutores de ovulação e qualquer outra substância ruim ao corpo. Devido a isso, há a crença de que o corpo está apto para uma gravidez após o último ciclo.

A Água Inglesa aborta?

Sim, o remédio é considerado abortivo. Como sua finalidade desintoxicante para o corpo, o feto pode ser considerado como um corpo estranho. Isso ocorre devido a sua propriedade de limpeza.

Como tomar a Água Inglesa?

Uma das maiores dúvidas de quem quer consumir a água inglesa é como tomar este medicamento. É necessário ter atenção, pois há diferenças em quem o consome para tratar problemas estomacais e quem o consome para tentar engravidar.

Para as tentantes: Deve ser tomado a partir do primeiro dia do ciclo, ou seja, a partir do primeiro dia de sangramento menstrual até o 14º dia do ciclo. A dose indicada é um copo medida, dissolvido em meio copo de água, duas vezes ao dia, de preferência pela manhã e a noite.

Para quem quer tratar problemas estomacais: É  indicado, como em sua própria bula, tomar 1 copo (30 ml) antes das refeições e 3 vezes ao dia. O seu médico deverá lhe dizer qual o tempo necessário de consumo do medicamento.

agua inglesa

Existe alguma contraindicação?

Sim, existe.  A água inglesa não é indicada para pessoas com hiperacidez estomacal, epilepsia, gastrite, úlceras gastroduodenais, síndrome do intestino irritável, enfermidade de Crohn, colite ulcerosa, Mal de Parkinson, hepatopatias ou dispepsias hiposecretoras.

Este líquido também não deve ser utilizado durante a gravidez e por pacientes com hipersensibilidade aos componentes do medicamento. Além disso, a água inglesa não deve ser ingerida com nenhum outro medicamento para fertilidade ou durante a reposição hormonal.

Quais os efeitos colaterais?

Por se tratar de um produto natural, se for consumido corretamente e na quantidade necessária não haverá nenhum efeito colateral. Porém, se houver ingestão de uma dose maior do que a indicada poderá haver efeitos colaterais, do tipo: dor de cabeça, distúrbios da visão, zumbido no ouvido, náuseas, vômitos, gastroenterites e espasmos.

Assista esse vídeo com mais informações para quem deseja engravidar:

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente aqui nos comentários!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...

One Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *