Asma: Quais são os tipos mais comuns? E causas e sintomas? Tire suas dúvidas!

0
Asma: Quais são os tipos mais comuns? E causas e sintomas? Tire suas dúvidas!

Cerca de 3 a 5% da população brasileira sofre com a asma, segundo a Organização Mundial de Saúde. Doença desagradável e desesperadora, quem a possui costuma ter crises na qual os brônquios se inflamam e reduzem a passagem de ar. Nesse momento a pessoa tem muita dificuldade para respirar e precisa utilizar de medicamentos para reverter a situação. Saiba mais informações, como tipos, causas, sintomas, diagnóstico e mais.

Tipos  de Asmas

Muitos médicos classificam os tipos de asma conforme a sua gravidade. Há pessoas que possuem crises frequentes e outras que têm a doença e passam anos sem sinais dela. Dentre a classificação, estão:

  • Asma Controlada: não tem nenhuma limitação à atividades e passa os dias sem sintomas e sem a necessidade de uso de bombinhas para crise.
  • Asma Parcialmente controlada: quando a pessoa teve limitações para realizar atividades e sintomas pelo dia por 1 a 2 vezes no mês, sendo necessário o uso da bombinha para alívio da crise.
  • Asma Não controlada: possui sintomas pelo dia e limitações para atividades por mais de 3 vezes no mês, sendo necessário o uso da bombinha para crise.

Quais são as causas e sintomas?

asma sintomas e causas

Não existem causas exatamente aparentes, mas sim predisposições que foram observadas pelos médicos. A asma pode acometer pessoas de qualquer idade, mas a maioria dos casos tem seu diagnóstico ainda na infância.

É comum que tenha uma causa genética, no qual pessoas de uma mesma família desenvolvem a doença.

Dentre os fatores que podem predispor a asma, estão: fumo (pais fumantes ainda aumentam a  susceptibilidade nas crianças), exposição a produtos irritantes (gases químicos, inseticidas), exposição a ar poluente (pólen, poeira, mofo, ácaros, etc), consumo de leite e ovos, estresse emocional, resfriados e gripes e até prática de exercícios vigorosos.

Os sintomas mais comuns podem ser observados durante uma crise. Quando ela acontece, causa o estreitamento dos bronquíolos, dificultando a passagem do ar e fazendo com que a pessoa sinta contrações ou broncoespasmos.

Nesse momento a respiração fica bem difícil, causando a tosse, falta de ar, chiado e aperto no peito. Se tiver algum desses sintomas, você deve procurar um médico para confirmar a doença.

Você sabe como tratar a bronquite? Clique aqui e veja o artigo completo sobre esse assunto!

Como é feito o diagnóstico?

tratamento da asma

O diagnóstico pode ser feito por um clínico geral, que vai levar em conta a história do paciente e também alguns exames para confirmar a asma. Dentre os principais exames pedidos, estão: função pulmonar, teste de óxido nítrico, radiografia de tórax e tomografia computadorizada (TC) dos pulmões e cavidades do nariz e gasometria arterial.

Asma tem cura?

Não existe uma cura para asma, mas sim o controle das suas crises. Para isso, o médico irá avaliar o tipo da asma e, dependendo da gravidade, precisará de um tratamento contínuo para a doença.

Tratando de forma adequada, a maioria das pessoas pode levar uma vida normal.

Dica: Leia também dicas de remédios infalíveis para curar a tosse!

Como é o tratamento?

tratamento da asma

Como dito, o tratamento ideal deve ser avaliado por um profissional que vai levar várias coisas em conta, como: idade, sintomas, gatilhos de asma e como o seu corpo responde aos medicamentos.

Nos tipos mais graves da doença o paciente deve recorrer a medicamentos preventivos de controle em longo prazo. Ou seja, tomar remédios para evitar que haja as temidas crises.

Com eles é possível manter a doença sob controle, reduzindo a inflamação nas vias aéreas. Geralmente são usados corticosteroides inalados, modificadores de leucotrienos, beta-agonistas de longa duração e teofilina:

Outra forma de tratar a asma é com os broncodilatadores, mas é importante ressaltar que eles só servem para controlar as crises. Eles ajudam a relaxar a musculatura dos brônquios, fazendo com que o ar entre nos pulmões de novo.

A ação é imediata, gerando alívio nos sintomas da crise. Podem ser de curta duração (de quatro a seis horas de ação) e de longa duração (de 12 a 24 horas de ação).

O ideal é que a pessoa com asma faça o tratamento normal para evitar que as crises aconteçam.

Qual melhor remédio para asma?

O melhor medicamento para tratar a sua asma, só um médico pode avaliar. Isso porque um remédio que é bom para a outra pessoa, não necessariamente será o melhor para você. Dentre os mais receitados estão: Aerolin, bricanyl, Atrovent e Symbicort.

Para comprar qualquer um dos medicamentos acima indicamos a farmácia online euroClinix. Uma farmácia de confiança, séria, onde você encontrará produtos de qualidade, preços acessíveis, frete grátis e outras vantagens imperdíveis.

Sem contar que a compra é totalmente segura, sigilosa, e você pode realizá-la na comodidade da sua casa.

A euroClinix é uma farmácia de alto prestígio que além de facilitar a sua compra com uma consulta e uma receita online sem custo, e possibilita ainda parcelar sua compra em até 6 vezes. Você não pode perder essa oportunidade, não é?

Clique no botão abaixo e acesse o site oficial da euroClinixpara mais informações;.

botao de comprar na euroclinix

Como prevenir a asma?

Não há como prevenir a doença, mas sim as suas crises. Para isso, a pessoa deve fazer o tratamento a longo prazo indicado pelo médico, tomando os medicamentos de forma correta.

Além disso, pode:

  • Fazer teste para alergias;
  • Não tratar apenas a crise e sim a doença;
  • Manter o ambiente higienizado e sem poeiras;
  • Evitar cheiros fortes;
  • Tomar vacina da gripe;
  • Praticar atividades físicas;
  • Evitar animais;
  • Não fumar.

E ai gostou do texto? Então deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *