Conjuntivite: Quais são os sintomas? E os tipos? Dá para tratar em casa? Tire suas dúvidas!

0
Conjuntivite: Quais são os sintomas? E os tipos? Dá para tratar em casa? Tire suas dúvidas!

Conjuntivite é uma doença ocular, uma infecção da conjuntiva que é a superfície da área branca dos olhos. O sintoma mais visível é o olho avermelhado, que vem acompanhado de dor, coceira, sensibilidade a claridade, secreções e lacrimejo.

A doença pode ser causada por vírus, bactérias ou alergias. O tratamento é feito de acordo com o tipo da doença, geralmente com remédios à base de pomadas, colírios e comprimidos. Assim, os sintomas costumam desaparecer após duas semanas, e a prevenção consiste basicamente na lavagem das mãos.

Quais os sintomas da conjuntivite?

O aspecto mais notável da conjuntivite é o vermelhão que fica nos olhos. Além desse sintoma, outros podem ser observados, como:

  • Olhos lacrimosos;
  • Inchaço nas pálpebras;
  • Pálpebras coladas por causa do corrimento;
  • Corrimento purulento no caso de ser bacteriana;
  • Incômodo nos olhos como se estivesse com areia;
  • Corrimento branquicento no caso de ser viral;
  • Coceira;
  • Dor nos olhos quando em contato com a luz;

Além disso, algumas pessoas podem ter complicações para enxergar.

E se for alérgica?

A conjuntivite alérgica é provocada por substâncias existentes no ar que podem provocar alergia ao atingir os olhos, provocando muitas reações. Esse tipo da doença acontece com mais frequência em jovens adultos, não é contagiosa e os sintomas vão diminuindo com o passar do tempo.

Existem algumas espécies de conjuntivite alérgica: aguda, sazonal, perene, atópica, vernal e papilar gigante, sendo essas três últimas as formas mais graves da doença.

conjuntivite

 

O que é a conjuntivite viral?

A conjuntivite viral é uma infecção da área branca do olho, e o agente provocador geralmente é o adenovírus. Esse tipo da doença é muito contagioso, mas constante em épocas quentes e no decorrer do resfriado, seu sintoma específico é a coceira intensa e os olhos avermelhados.

A forma viral é o tipo mais frequente, e pode ser transmitido por contato com a secreção que sai dos olhos infectados, além de espirros.

E bacteriana?

A conjuntivite bacteriana é menos frequente que o tipo viral. Esse tipo inflamação pode ser causado por cinco tipos de bactérias, e a transmissão acontece por meio do contato com a secreção infectada.

É importante salientar que a secreção infectada pode estar em qualquer região do corpo, e somente um contato é o suficiente para a transmissão. Compartilhar objetos pessoais é uma condição de risco.

O QUE CAUSA A CEGUEIRA? TIRE SUAS DÚVIDAS!

A conjuntivite aguda é comum?

A conjuntivite aguda é um tipo muito comum que começa de forma inesperada. Essa fase da doença tem duração de quinze dias, e raramente se agrava. A conjuntivite bacteriana aguda é diferente da viral por causa da existência de corrimento purulento.

CID

O CID para conjuntivite é o H10. Confira a lista:

  • Conjuntivite mucopurulenta – H10.0;
  • Aguda atópica – H10.1;
  • Aguda – H10.2;
  • Conjuntivite sem especificação – H10.3;
  • Crônica – H10.4;
  • Blefaroconjuntivite – H10.5;
  • Outras – H10.8;
  • Conjuntivite sem especificação – H10.9.

Quando fica comprovado que a doença foi adquirida no ambiente de trabalho e que o funcionário está incapacitado de exercer suas funções, ele pode receber da Previdência Social o auxílio-doença.

pingar colírio

O que fazer em bebê?

Os sinais da doença em bebê são lacrimejo frequente, sensibilidade a claridade, secreção ocular com um volume maior do que o normal, surgimento de corrimento esbranquiçado ou amarelado, olhos vermelhos e a tentativa de querer o tempo todo mexer nos olhos.

Logo nos primeiros sinais, os pais devem procurar ajuda médica para conter o problema o quanto antes, evitando problemas futuros. O tratamento geralmente é realizado com colírios e pomadas, além do uso de soro fisiológico para limpar os olhos.

E se for conjuntivite canina?

A conjuntivite canina é mais comum em animais que andam com a cabeça para fora da janela de um carro, mas também é provocado por ressecamento ocular, lesões e agentes estranhos.

No começo da doença, o cachorro fica com os olhos irritados. Com o passar do tempo a doença vai progredindo, aparecendo outros sinais como lacrimação, olhos avermelhados, secreções e dificuldade para ficar com os olhos abertos.

Como tratar?

Para tratar, é preciso procurar ajuda médica, para que o tratamento seja feito de forma correta. O tratamento é realizado com medicamentos como pomadas e colírios com efeito antibióticos. Em alguns casos é necessário o uso de alguns comprimidos.

Também é recomendado para tratar da doença o uso de soro fisiológico para lavar a região dos olhos. No caso da conjuntivite canina é preciso realizar o tratamento com a ajuda de um veterinário, seguindo a prescrição médica.

Recomendamos para você:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *