Ginkgo biloba: Saiba o que é, para que serve e para quem é indicado!

1
Ginkgo biloba: Saiba o que é, para que serve e para quem é indicado!

Se você assiste os programas da televisão aberta brasileira durante os horários da tarde, com certeza já viu alguma propaganda de uma empresa que venda o ginkgo biloba e mostra milagres que essa substância pode fazer ao seu organismo.

Porém, muitas delas mentem, é claro, para poder te atingir e fazer com que você compre o produto delas. A verdade é que o ginkgo biloba faz sim muito bem para a saúde, mas em questões bem específicas e não na totalidade do funcionamento do organismo.

Por isso, este texto vai te mostrar toda a verdade a respeito do ginkgo biloba. O que ele é de fato, para que serve, os benefícios, entre outras informações relevantes. Veja!

O que é ginkgo biloba?

Trata de uma árvore chinesa que existe há mais de 200 milhões de anos, de acordo com estudiosos, historiadores e pesquisadores da área. É um ser vivo tão antigo que é considerado um fóssil vivo, um dos poucos ainda existentes no planeta.

A força do ginkgo biloba é tão representativa, que as árvores foram as únicas que sobreviveram às bombas atômicas jogadas em cima de cidades japonesas durante a Segunda Guerra Mundial. Isso fez com que essa planta se tornasse um verdadeiro símbolo de resistência e de longevidade.

ginkgo biloba planta

Para que serve?

A partir da descoberta moderna sobre a ginkgo biloba, que ocorreu, exatamente, por conta do fenômeno dela ter se mantido viva, mesmo após os ataques de bomba atômica feitos pelos Estados Unidos da América.

Pesquisadores resolveram estudas essa árvore para saber o motivo dela ser tão forte assim. Foi aí que eles desvendaram o grande poder da ginkgo biloba que é o fato de atuar contra radicais livres e oxigenar áreas importantes cerebrais que auxiliam na melhora da capacidade cognitiva da pessoa e até no rejuvenescimento.

O ginkgo biloba é indicado para quem? 

A ginkgo biloba é indicada para qualquer pessoa que tenha algum problema de saúde, distúrbio ou transtorno que interfira na capacidade cerebral dela. Seja uma questão mais física, como tontura, enxaqueca, isquemia retiniana e outros. Além também de questões mais relacionadas à mente mesmo, como as demências, o deficit de memória, dificuldade de concentração e outros.

Essa incrível árvore é ideal para tratar e cuidar dos processos que envolvem toda a atividade cerebral para que esse tão importante órgão do corpo humano funcione perfeitamente, em todas as suas áreas de atuação.

Quais são os benefícios?

O principal benefício é melhorar e regular a circulação sanguínea no cérebro, isso faz com que o órgão seja melhor oxigenado e, assim, trabalhe da forma que ele deve trabalhar.

Além disso, existem alguns benefícios paralelos trazidos pelo uso do ginkgo biloba. É o caso, por exemplo, da regulação da pressão sanguínea que por conta da atuação da substância no cérebro, acaba normalizando todo resto do corpo.

Outra função que tem a ver com o benefício da oxigenação do cérebro, é a melhora no desempenho cognitivo. E ainda, no uso da memória, concentração, do foco, enfim, uma ótima forma de você ter mais foco na hora de estudar e trabalhar.

Essa melhora na circulação também faz com que o corpo se recupere e se livre de problemas oculares mais graves, além de ajudar no tratamento de distúrbios e transtornos cerebrais, como as demências e doenças como o Acidente Vascular Cerebral.

Como tomar o ginkgo biloba? 

Apesar de ser um suplemento, existem algumas interações medicamentosas e pessoas que não devem fazer uso dessa substância. Por isso, só tome o ginkgo biloba, se o seu médico liberar o uso do extrato dessa árvore fóssil viva.

Do contrário, o ideal é você não tomar. A depender da sua situação, o uso pode fazer mal para a sua saúde.

Normalmente, os médicos indicam tomar um comprimido de 80 ou 120 mg, a depender da situação do paciente, de 2 a 3 vezes por dia.

ginkgo biloba cápsulas

Ajuda emagrecer?

Não há nenhuma relação entre o uso do ginkgo biloba e o emagrecimento. Essa substância atua na oxigenação do cérebro, bem longe de qualquer efeito emagrecedor. Não acredite em tudo que você vê ou ouve, o ginkgo biloba tem atuação bem específica.

O ginkgo biloba possui efeitos colaterais e contraindicações?

O suplemento à base de ginkgo biloba pode atuar contrário aos anticoagulantes, antiplaquetários e também anti-inflamatórios. Por isso, pessoas que tomam esse tipo de remédio, ou possuem algum problema de circulação sanguínea, como a diabetes, por exemplo, só podem usar o ginkgo biloba, se o médico liberar.

Provavelmente, ele não fará isso, porque essa interação pode causar efeitos colaterais graves, inclusive parar com o efeito dos outros remédios o que pode causar males irreversíveis ao paciente.

Grávidas também não devem tomar o suplemento à base de ginkgo biloba. Deixe para fazer o uso desse composto após o término da gravidez e também do período de amamentação.

Qual a quantidade recomendada?

Os médicos, normalmente, recomendam o uso de dois comprimidos e 80 mg por dia. Porém, isso pode aumentar para três comprimidos de 80 mg, ou até 2 comprimidos de 120 mg. Muito difícil passar dessa dosagem.

Qual é o preço do ginkgo biloba?

O preço difere muito, a depender da marca e do local que você vai comprar o seu extrato. Tem caixa que custa 20 reais e outras que custam 120. Então, é preciso fazer essa pesquisa, antes de definir qual produto vai comprar.

Se tiver gostado deste texto sobre os benefícios do ginkgo biloba, compartilhe-o nas suas redes sociais!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

One Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *