Hipertireoidismo: Quais as causas? Como diagnosticar? Como tratar?

0
Hipertireoidismo: Quais as causas? Como diagnosticar? Como tratar?

A glândula tireoide tem importância máxima para o nosso corpo. É ela que libera hormônios essenciais para o funcionamento equilibrado do organismo. Por isso, ter um problema nessa glândula é um perigo e existem diversas possibilidades disso acontecer. Uma delas é o chamado hipertireoidismo.

Nos tópicos a seguir você vai entender e conhecer o hipertireoidismo. O que ele é, as causas, os sintomas de quem tem essa condição e o tratamento para fazer com que a sua glândula tireoide volte a funcionar normalmente, com equilíbrio e eficácia. Confira!

O que é hipertireoidismo?

O hipertireoidismo é quando a glândula tireoide produz mais hormônios do que o seu corpo necessita. Isso causa uma tremenda desregulação do equilíbrio hormonal, além de ser um trabalho em excesso por parte dessa importante parte do organismo humano.

Quais são os sintomas?

Alguns sintomas podem aparecer na pessoa com hipertireoidismo. Muitas pessoas confundem essa situação com a do hipotireoidismo, que é quando a glândula produz pouco hormônio, menos que o ideal para manter o corpo equilibrado.

No caso do hipertireoidismo, um sintoma muito comum é a perda de peso repentina. Já no hipotireoidismo, o aumento de peso que é o sintoma mais comum.

Além da perda de peso rápida e inexplicada, o hipertireoidismo também causa aumento do apetite, taquicardia, ansiedade, tremor nas mãos e dedos, sudorese, intolerância ao calor, mudanças no ciclo menstrual, diarreia, nódulos na região da tireoide, fadiga, fraqueza, perda de cabelo e dificuldade para dormir.

Se você tiver mais de um desses sintomas, é sinal que é hora de procurar um endocrinologista, fazer os exames e descobrir se há algum problema no funcionamento da sua glândula tireoide.

Hipertireoidismo tireoide

Quais as causas do hipertireoidismo?

Existem vários problemas de saúde, doenças e distúrbios que podem fazer com que você tenha hipertireoidismo. O mais comum é quando a pessoa tem uma ingestão exagerada de iodo, que está presente, por exemplo, no sal de cozinha.

Algumas doenças também podem causar o problema, como a inflamação da tireoide, tumores não-cancerígenos na região da glândula e também tumores nos testículos ou ovários.

Além dessas causas, há também alguns fatores de risco que aumentam a chance da pessoa ter hipertireoidismo. O principal fator é o fato de ter parentes que já tiverem ou que têm hipertireoidismo. Mulheres também têm maior possibilidade de passar pelo problema do que homens.

Como diagnosticar a doença?

Existem dois exames específicos que podem definir o problema na tireoide. O primeiro deles é o exame de sangue que calcula a quantidade de hormônio que o seu corpo está liberando. O outro é um teste de absorção que usa elementos radioativos para descobrir a real situação da glândula.

Ambos esses exames são feitos após a realização de testes físicos para saber como o seu corpo reage a algumas situações. Isso ajuda a definir se há problema na tireoide e qual o caminho certo a seguir.

Quais são os tratamentos para hipertireoidismo?

São dois tipos principais de tratamentos existentes na questão do hipertireoidismo. O primeiro e mais comum é o uso de medicamentos mesmo que traga o equilíbrio hormonal de volta para a glândula.

Já a outra forma é fazer um tratamento com base na ingestão do iodo radioativo. Ele é a forma mais eficaz de curar, porém destrói totalmente a glândula e você terá que tomar hormônios sintéticos pelo resto da vida.

exame

Quais os medicamentos recomendados nesse caso?

Quem vai definir o remédio que você vai tomar é o seu médico. Normalmente, eles indicam o uso do metimazol. No caso de grávidas e lactantes, o preferido dos endocrinologistas é o PTU.

Como deve ser a alimentação para quem tem hipertireoidismo?

Tudo que pode aumentar a produção hormonal da sua glândula deve ser evitado. É o caso do sal de cozinha, por exemplo, e de comidas marinhas, como algas e mariscos que possuem muito iodo. Alho, aveia, castanhas, amêndoas, pistache, café, chás diversos e canela devem ser evitados também.

Prefira alimentos crus, como frutas e legumes diversos, além de sementes como pinhão, milho e amendoim. Feijão, soja, lentilha e grão-de-bico também são boas opções para incluir na dieta.

Tem cura?

O hipertireoidismo é controlado pelo uso de medicamentos e tem um tratamento bem simples na maior parte dos casos. Ele pode ser 100% curado por meio do iodo radioativo, mas isso pode trazer a destruição total da glândula.

Afinal, o hipertireoidismo engorda ou emagrece?

Como já foi dito nos tópicos anteriores, o hipertireoidismo emagrece. Mas não leve isso como algo positivo. Caso não tratado, o problema pode levar até à morte do paciente.

Se tiver ainda alguma dúvida sobre o hipertireoidismo, deixe o seu comentário aqui embaixo!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *