Intolerância à lactose: Será que você tem sensibilidade aos derivados do leite?

0
Intolerância à lactose: Será que você tem sensibilidade aos derivados do leite?

Quando a maioria das pessoas ouve falar sobre intolerância à lactose, imagina que basta evitar o leite para não ter complicações e dores, mas é muito mais complexo que isso, e se você ou alguém da sua família tem esse problema, precisa se informar sobre os sintomas, se tem cura, como é o tratamento e o exame que identifica esse problema e até mesmo se existe uma restrição alimentar.

No artigo de hoje vamos falar sobre tudo isso e muito mais, porque a maioria das pessoas que passam por esse diagnóstico (seja com ela própria ou com alguém próximo) não recebe informações suficientes, causando vários problemas que podem ser evitados (como fraqueza, inchaço e dores) se você mudar alguns hábitos alimentares e seu estilo de vida, que influenciam diretamente na flora intestinal e na sua saúde. Veja a seguir!

O que é?

A intolerância à lactose (ou Hipolactasia, e também citada em vários artigos e sites como IL) é um tipo de alergia a um alimento alergênico, que nesse caso são os alimentos lácteos, ou seja, os alimentos que têm lactose ou a proteína do leite.

Quem tem intolerância à lactose não digere de forma adequada a lactose encontrada em alguns alimentos, e essa alergia pode ser desenvolvida ao longo da vida, com a carência da enzima lactose, a responsável por degradar o açúcar do leite no intestino delgado em partes básicas que podem ser absorvidas na corrente sanguínea.

Sintomas da Intolerância à lactose

Tanto os sintomas quanto a seriedade e a intensidade deles podem variar de pessoa pra pessoa, mas é importante dizer que os sintomas mais comuns da intolerância à lactose são gases, dores de estômago, cólicas, inchação, e diarreia, geralmente logo após a ingestão do alimento alergênico.

intolerancia a lactose tem cura

Intolerância à lactose tem cura?

Não, a Intolerância à lactose não tem cura, mas tem tratamento e pode ser controlada, como falaremos a seguir.

Provoca gases?

Sim, como falamos, um dos sintomas da intolerância à lactose são os gases, que pode acontecer em algumas pessoas e em outras não, e com mais ou menos frequência.

Como saber se eu tenho esse problema?

Você pode saber se tem intolerância à lactose fazendo um teste de exclusão alimentar, deixando de tomar leite por uma semana e observando a reação do seu organismo ao voltar com a ingestão do leite.

O nível de intolerância à lactose também pode variar de pessoa pra pessoa, e você pode identificar o seu (com a ajuda ou não de um médico) fazendo um pequeno teste alimentar: Fique 3 a 4 semanas sem comer nada que tenha lactose, para fazer uma desintoxicação do organismo, e aos poucos vá incluindo algumas fontes de lactose na alimentação novamente e observando a presença de sintomas, enquanto vai aumentando a quantidade. Isso vai ajudar a conhecer os seus limites e saber se você vai poder consumir alguma quantidade de lactose e a quantidade certa para não passar mal, ou se precisa realmente cortar a lactose da sua alimentação.

A outra forma, mais eficaz e mais rápida, é procurando um médico e fazendo um dos exames que vamos falar a seguir.

alimentos com lactose

Exame para identificar Intolerância à lactose

Existem vários exames para identificar a intolerância à lactose, como o teste de exclusão alimentar que citamos anteriormente, o exame de fezes (mais comum em bebês e crianças pequenas), o exame de sangue e o teste do ar expirado. Para casos mais avançados, pode ser indicado uma biópsia do intestino, para identificar se tem ou não as células específicas que determinam à intolerância à lactose.

Tem tratamento?

O tratamento da intolerância à lactose pode ser feito basicamente evitando o consumo dos alimentos que contenham a lactose ou a proteína do leite. Ler as embalagens dos alimentos vai virar um hábito comum, e você deve evitar tudo que tenha leite, soro do leite, coalhada, qualquer subprodutos do leite, produtos com leite em pó, leite em pó desnatado ou integral ou semidesnatado, caseína, galactose, açúcar de leite, e concentrado de proteína do soro do leite.

Além disso, a lactose também pode estar presente na fórmula de alguns medicamentos (inclusive anticoncepcionais, que é um medicamento de uso contínuo) sem estar incluída na lista de ingredientes inativos na bula, e por isso todo medicamento que você usa deve ser informado ao seu médico.

Também é importante refazer a flora intestinal, que fica muito prejudicada, através de alimentação balanceada e de suplementos alimentares, como a glutamina e os probióticos, de acordo com a indicação do seu gastro ou nutricionista funcional ou especializada em restrições alimentares.

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *