Mayaro: Mais uma doença transmitida pelo mosquito da dengue. Saiba tudo!

0
Mayaro: Mais uma doença transmitida pelo mosquito da dengue. Saiba tudo!

Depois da dengue, do zika vírus e do chikungunya, um novo vírus vem preocupando agentes de saúde, cientistas e epidemiologistas sobre a possibilidade de uma nova epidemia que inicialmente acreditava-se ser causada pelo mosquito Aedes Aegypti: o Mayaro, também conhecido como febre de Mayaro.

A descoberta desse vírus aconteceu em 1954, mas poucas notificações da febre Mayaro foram relatadas, sendo que só agora apareceram casos mais freqüentes no Brasil (foram quase 350 casos suspeitos da doença, nas regiões rurais do centro-oeste, nordeste e norte do país, principalmente em Goiás, no Pará e no Tocantins, sendo 70 deles confirmados).

Por enquanto, esse vírus é uma ameaça apenas nas áreas de mata, mas vale a pena conhecer e ficar atento aos sintomas e às causas, e por isso, vamos falar tudo que você precisa saber para evitar o Mayaro ou tratar da forma adequada, caso seja infectado. Continue lendo para saber tudo!

O que é o Mayaro? É parecido com a dengue?

O Mayaro é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus descoberto nos anos 50 em Trinidad e Tobago, com surtos isolados identificados apenas em áreas de mata como na selva amazônica e na Venezuela, mas que recentemente foi detectado em um menino de 8 anos no Haiti, em uma forma geneticamente diferente do vírus identificado anteriormente e em uma zona rural, o que é motivo de muita preocupação, já que pode significar que o vírus conseguiu urbanizar.

Acreditava-se que o vírus Mayaro era transmitido principalmente pelo mosquito Aedes Aegypti, mas que poderia ser transmitido também pelo Aedes albopictus, que é uma espécie secundária do mosquito da dengue e mais comum em áreas de mata, mas no início desse mês, a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde divulgou um esclarecimento que descarta essa forma de transmissão da doença.

O diagnóstico é feito através de exames laboratoriais e costuma ser difícil por que os sintomas são muito parecidos com os da dengue e da chickngunya, ainda que as dores no corpo causadas pelo Mayaro sejam mais limitantes e durem até um ano.

Causas do Mayaro

A febre Mayaro é transmitida por um arbovírus, ou seja, por um vírus que precisa de artrópodes (grupo de animais invertebrados, como os insetos) para ser transmitido. O ciclo de transmissão do vírus Mayaro é parecido com o da febre amarela, quando animais como macacos, roedores, preguiça, tamanduás e tatus servem como hospedeiros principais do vírus, e o os mosquitos silvestres (artrópodes) como vetores.

No Brasil existem dois tipos de vírus, e com a semelhança com o vírus da chikungunya, a preocupação é que ele consiga se adaptar assim como aconteceu com o vírus da chikungunya, e comece a ser transmitido também por mosquitos urbanos, aumentando a possibilidade de epidemia.

Quais os sintomas?

Os sintomas do Mayaro são bem parecidos com os sintomas da chikungunya e da dengue:

  • Febre hemorrágica;
  • Calafrios;
  • Mialgia (dor muscular) e dor lombar;
  • Astenia (perda ou diminuição das forças);
  • Cansaço;
  • Dor nas articulações;
  • Tontura;
  • Cefaléia (dor de cabeça);
  • Náuseas;
  • Manchas vermelhas pelo corpo;
  • Dor epigástrica (na parte alta e central do abdômen);
  • Fotofobia (intolerância à luz).

As dores causadas pelo Mayaro são mais intensas e mais incapacitantes que as causadas pela chikungunya, e podem durar de seis meses a um ano.

A encubação do vírus (tempo entre a transmissão do vírus e o aparecimento dos sintomas) pode demorar de três a onze dias antes de o paciente sentir os primeiros sintomas, e o diagnóstico deve ser feito através de exames laboratoriais para diferenciar a febre Mayaro das outras doenças que apresentam os mesmos sintomas, como as causadas pelo mosquito Aedes Aegypti.

Casos mais graves da doença podem causar encefalite, que é uma inflamação no cérebro.

Prevenção

A forma de prevenção do vírus Mayaro é a mesma da dengue, zika vírus e chikungunya, que é o combate ao mosquito transmissor, e o uso de repelentes, principalmente em áreas de risco, como em locais de matas fechadas e vegetação próxima a rios.

A febre Mayaro tem tratamento?

O tratamento da febre Mayaro é feito com analgésicos e antitérmicos para amenizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes, enquanto esperam que o vírus suma naturalmente do organismo, porque assim como acontece com outras doenças causadas por arbovírus, ainda não existe um tratamento específico.

Além da ação medicamentosa, o repouso absoluto também é recomendado como parte importante do tratamento.

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente aqui nos comentários!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *