Síndrome do pânico: Conheça as causas, sintomas e tratamentos!

0
Síndrome do pânico: Conheça as causas, sintomas e tratamentos!

Muito se fala a respeito da síndrome do pânico atualmente, mas poucas pessoas sabem de verdade o que é esse transtorno. Há várias confusões e até mesmo notícias falsas que tratam do assunto e isso deve ser jogado fora para que não aja nenhum tipo de desinformação sobre um problema tão sério quanto esse.

Por isso, este texto vai te mostrar toda a verdade a respeito da síndrome do pânico. Saiba o que é, os sintomas, se há cura, os tratamentos e tudo que envolve esse transtorno que ataca cada vez mais pessoas no mundo inteiro.

Confira nos próximos tópicos!

O que é síndrome do pânico?

A síndrome do pânico é um sintoma da ansiedade excessiva que acabou se tornando um transtorno por conta das suas próprias características.

Ela ocorre a partir de crises e momentos inesperados de desespero, de medo, de sensação de perseguição e isso normalmente ocorre em situações que não há motivo algum para esse temor.

Tem cura?

Como a síndrome do pânico é um transtorno que ocorre de tempos em tempos não tem como falar em cura, mas sim tratamentos preventivos que evitem que a pessoa tenha a crise novamente.

E também outros tratamentos que fazem com que o paciente pare de ter aquele momento de medo e tensão.

Esses tratamentos são feitos a partir de medicamentos psiquiátricos e também com terapia e análise por psicólogos.

Sintomas dessa síndrome

O principal sintoma da síndrome do pânico é exatamente o pânico. O paciente sente um medo repentino, um desespero real, de algo que pode acontecer, mas não há existe evidência alguma que faça com esse temor tenha algum sentido.

Além dessa sensação de perigo iminente, a pessoa com síndrome do pânico também tem o medo de perder o controle da situação, de morrer, de sofrer uma tragédia, tem sentimentos de indiferença, sensações de estar fora de si, fora da realidade, além de sintomas físicos.

Entre os físicos estão o suor excessivo, a dormência, palpitações, alteração no ritmo cardíaco, tremores, falta de ar, calafrio, náusea, dor abdominal, dor no peito, tontura, desmaio, sensação de estar com a garganta fechando e consequente dificuldade de engolir alimentos e até mesmo a própria saliva.

síndrome do pânico

Causas

Assim como boa parte dos transtornos psiquiátricos, não se sabe a causa real da síndrome do pânico. O que os especialistas descobriram foram alguns fatores que podem causar, mas não é certeza, esse grave problema.

Esses fatores são o estresse, o temperamento forte, mudanças cerebrais e até mesmo questões genéticas.

Algumas situações podem agravar ou iniciar os sintomas de síndrome do pânico em pacientes.

É o caso, por exemplo, da morte de um ente querido, situações de estresse extremo, mudanças muito radicais na vida, abuso sexual, ou alguma outra experiência traumática.

CID

O CID é um documento feito por psicólogos para definir as doenças e transtornos relativos à mente e ao comportamento das pessoas. No caso da síndrome do pânico, ela pertence ao CID 10. F41. 0 que são os relacionados à ansiedade.

Tratamentos para síndrome do pânico

O tratamento da síndrome do pânico é realizado a partir do uso de medicamentos que diminuem e até acabam com a possibilidade da pessoa ter outra crise

Além disso, também é indicado o tratamento psicológico em conjunto com o medicamentoso.

Teste

Alguns psicólogos e, até mesmo, psiquiatras aplicam testes para descobrir se a pessoa possui ou não a síndrome do pânico. Embora tenham muitos testes espalhados pela internet, não confie neles.

Apenas os utilizados pelos profissionais da área e em conjunto com a consulta é que podem determinar se a pessoa tem ou não a síndrome do pânico.

A síndrome do pânico é um problema psicológico perigoso, pois pode trazer consequências graves para a pessoa que está em crise. Por isso, se conhece alguma pessoa próxima que já passou por isso e ainda não faz tratamento, ajude-a a mudar de opinião e ir visitar um psicólogo ou psiquiatra.

As consequências causadas pela síndrome do pânico são completamente surpreendentes. Não se sabe como a pessoa vai reagir, o que ela vai fazer. Ela fica totalmente fora de si, por isso é um transtorno bem perigoso e que precisa ser tratado com rapidez.

Leia mais conteúdo também  no texto sobre transtorno alimentar!

Caso ainda tenha restado alguma dúvida sobre a síndrome do pânico, deixe o seu comentário aqui embaixo!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *