O que é o TDAH? Sintomas, causas e tratamento

0
O que é o TDAH? Sintomas, causas e tratamento

TDAH: tire as suas dúvidas a respeito desse transtorno de saúde psicológica

Muito se fala, mas pouco se conhece a respeito do TDAH. Hoje vamos falar sobre um transtorno psicológico muito comum nos últimos tempos e que precisa de uma atenção cada vez mais especial para ser compreendido e resolvido.

Nos tópicos a seguir, você vai conhecer o TDAH em todas as suas características, sintomas e possibilidades de tratamento. Veja as informações, leia com atenção e tire todas as suas dúvidas a respeito desse transtorno psicológico!

O que é o TDAH?

O TDAH é o Transtorno de Deficit de Atenção e Hiperatividade. É um nome grande e complexo para um problema de saúde psiquiátrico também muito extenso e cheio de detalhes e sintomas específicos para cada tipo de pessoa, mas todos relacionados à falta de concentração.

Não existe apenas um TDAH, mas vários e cada paciente têm os seus próprios problemas e dificuldades. O transtorno pode aparecer na infância e continuar pelo resto da vida da pessoa, como também pode surgir apenas na fase adulta.

O pouco que se sabe é que ele pode ter causa genética, mas, mesmo assim, pode piorar, dependendo das situações e vivências que o paciente tem com o decorrer da vida dele.

Quais os sintomas?

São muitos e variados os sintomas do TDAH. Além do próprio problema do deficit de atenção, o paciente sofre:

  • Dificuldade de memorização
  • Falta de foco
  • Dificuldade de concentração
  • Dificuldade de sociabilização
  • Síndrome das pernas inquietas
  • Impulsividade
  • Ansiedade
  • Desorganização mental
  • Dificuldade de estudar e fazer tarefas comuns do dia a dia.

Alguns pacientes possuem apenas dois ou três desses sintomas com uma intensidade leve. Outros podem ter todos os sintomas em altíssima intensidade. Por isso, cada caso deve ser analisado de forma isolada e o tratamento também deve ser muito específico.

tdah-o-que-e-sintomas-tratamento

Eu tenho TDAH?

O TDAH é descoberto a partir de exames e testes feitos por psicólogos e também por psiquiatras. Tudo depende da corrente da área médica e psicológica que o profissional segue para descobrir se o paciente tem ou não o transtorno.

Alguns profissionais preferem o uso dos testes para descobrir a existência ou não do TDAH. São vários os tipos de testes, cada um que define uma possibilidade de transtorno a partir dos resultados obtidos.

Todos esses testes só têm validade e podem ser aplicados por profissionais que possuem a certificação para a aplicação deles. Não adianta fazer na internet, com um amigo ou um estudante de psicologia. Os resultados só valem e você só pode ser considerado um portador de TDAH, se for um profissional que te diagnosticar.

Precisa tomar remédio?

Em alguns casos, o psiquiatra pode recomendar o uso de medicamentos para reduzir os sintomas.

São vários os medicamentos que podem ser utilizados para isso. O mais famoso de todos é a Ritalina. Ela é indicada por especialistas para pacientes que têm dificuldades de concentração, de foco, de memorização, de atenção e outros sintomas relacionados ao TDAH.

Além dela, há uma gama de remédios disponíveis na indústria farmacêutica. Todos atuam na recuperação da vida normal e também melhoram a relação desses pacientes com a sociedade.

A hiperatividade, por exemplo, é um problema de saúde psicológica que atrapalha o convívio dos pacientes com outras pessoas. Situações simples e comuns para os outras pessoas para os hiperativos pode ser um desafio. O remédio específico para a hiperatividade pode ajudar o paciente a ter uma sociabilidade melhor.

TDAH é uma doença?

O TDAH não é uma deficiência ou doença. É na verdade um transtorno psicológico que atrapalha e muito a vida dos pacientes com esse problema. O senso comum de que esse transtorno é uma doença atrasa o diagnóstico e prejudica o tratamento do paciente. Quem acredita que é uma doença acha que não tem cura e não auxilia o paciente que precisa de cuidado. Outro problema é a banalização do TDAH, pois todos podemos ser impulsivos ou distraídos. Já o TDAH é algo muito mais complexo que só falta de foco, portanto, não devemos tratá-lo como um traço de personalidade.

Como é o tratamento?

O tratamento é realizado por meio de terapia ou análise. Para começá-lo, o ideal é procurar psicólogos e psicanalistas. Em alguns casos mais graves, é indicado o uso de medicamentos para superar os sintomas e ter uma vida normal.

Se você gostou desse post, compartilhe com seus amigos e familiares que se interessam pelo tema!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *