TOC: Descubra o que é, quais são os sintomas e como funciona o tratamento!

0
TOC: Descubra o que é, quais são os sintomas e como funciona o tratamento!

O TOC é um transtorno específico psiquiátrico e que teve o termo popularizado demais, apesar de representar uma situação de saúde que pode ser grave e é incômoda para todos os pacientes que sofrem desse distúrbio.

Nos tópicos a seguir você vai conhecer tudo a respeito do TOC. O que ele é de fato, os sintomas, o tratamento e demais informações. Veja!

O que é?

TOC é a sigla para Transtorno Obsessivo Compulsivo que é um distúrbio de ordem psiquiátrica em que o paciente tem pensamentos obsessivos que o levam a ter comportamentos compulsivos.

O TOC por muitos anos é visto como uma brincadeira, como de alguém que não consegue ver um quadro torto na parede, mas ele pode ser um problema grave para quem sofre desse transtorno, já que ele pode incapacitar a pessoa que possui o distúrbio.

Quais são os sintomas?

sintomas do toc

Existem dois tipos de sintomas para quem tem TOC: os sintomas de obsessão e os sintomas de compulsão.

Entre os sintomas de obsessão mais comuns estão os pensamentos e ideais recorrentes, incessantes, fora de controle. Isso vem junto com muita ansiedade, irritação e gera a compulsão.

É por conta dessa obsessão que a compulsão ocorre e ela nada mais é do que uma forma que o corpo encontrou para tentar se livrar da obsessão e da ansiedade que toma conta do paciente. Para isso, ele começa a ter fixação por limpeza, por arrumação, por organização, passa a ter pensamentos e ações agressivas, de automutilação, assim como agir sexualmente de forma explícita e ter uma fixação religiosa bem fundamentalista.

O TOC não é piada, muito menos brincadeira. A pessoa, a depender do grau de obsessão e compulsão, pode acabar com a própria vida.

TOC tem cura?

A maior parte dos transtornos e distúrbios de ordem psiquiátrica não têm cura, apenas há tratamentos que aliviam os sintomas e fazem com que a pessoa consiga ter uma vida normal.

Esse é o caso do TOC. Normalmente, o paciente faz um tratamento com remédios que enfrentam a ansiedade em conjunto com a terapia ou análise feita pelo psicólogo.

Esse transtorno pode gerar compulsão alimentar?

O TOC pode gerar compulsões diversas, em diferentes áreas, completamente opostas umas das outras. Tudo vai depender do que gera a obsessão. Existe sim o TOC alimentar, em que a pessoa tem a compulsão de comer demais ou de não comer nada.

Normalmente, essa ansiedade é ligada a algo que é relacionado à alimentação, ou, então, não tem nada a ver. Não existe uma regra, mas a compulsão alimentar pode ter sim ligação com algum tipo de obsessão.

Ansiedade

toc

O TOC é um dos vários transtornos de ansiedade que existem. Ele tem vários graus que vão dos mais leves até os super graves que podem colocar a vida da pessoa em risco e de outras que estão ao redor.

Conheça também mais sobre a Agorafobia!

Autismo

Há pessoas com a síndrome de autismo que podem ter algum tipo de TOC. Não é uma certeza e a ciência nem prova que exista uma ligação de fato, mas há muitos casos de pessoas autistas com tipos específicos de TOC.

Como tratar o TOC?

O tratamento do TOC é feito com base no uso de medicamentos contra ansiedade em conjunto com a terapia ou análise feito por psicólogo.

Como diagnosticar?

O diagnóstico desse transtorno é feito a partir de exames que calcular a obsessão e compulsão do paciente que podem ser realizados por meio de testes de psiquiatras e até psicólogos. Na própria consulta também, através do que o paciente fala, é possível ter uma noção do diagnóstico que vai ser comprovado com os exames.

Fatores de risco

O principal fator de risco é ter algum familiar que já tenha tido TOC ou qualquer outro transtorno ou distúrbio de origem psiquiátrica.

Há também a possibilidade desse trantorno surgir após algum trauma muito intenso na vida do paciente, como um acidente, uma lesão, a morte de um ente querido, ou outras situações do tipo.

O TOC é um transtorno sério, que deve ser tratado com respeito, sem piadas ou brincadeiras. O tratamento é essencial e ajuda a pessoa a ter uma vida comum, como qualquer outra, sem problema algum. Se tiver ainda alguma dúvida, deixe o seu comentário aqui embaixo!

Você Também Irá Curtir

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *